Sunday, November 20, 2016

IRLANDA+IRLANDA DO NORTE (DIA 1) - DUBLIN I


LISBOA - DUBLIN - KILKENNY - RING OF KERRY - GALWAY - CONNEMARA - DUBLIN - BELFAST (IRLANDA DO NORTE) - DUBLIN - LISBOA


Avião da Aer Lingus à nossa espera no Aeroporto de Lisboa

Esta foi a nossa primeira grande viagem, em Julho de 2014. Já tínhamos ido de férias no ano anterior, quando visitámos Paris e a Disneyland, mas desta vez queríamos aventurar-nos a explorar um país desconhecido para ambos.

No momento da escolha do destino estávamos indecisos entre a Croácia e a Irlanda, mas a riqueza histórica e a herança celta levaram a melhor e assim ficou decidido. E ainda bem que assim foi, pois a Irlanda tem muito para visitar como vão comprovar as nossas descrições e fotos tiradas nesta nossa viagem.


O nosso objectivo não era, contudo, passar apenas um ou dois dias em Dublin para fazer check e dizer que está visto, mas sim conhecer ao máximo a ilha, explorando para isso tanto a Republica da Irlanda como a vizinha britânica Irlanda do Norte. Por isso mesmo, a nossa viagem durou um total de 11 dias. Nesta publicação descrevemos como foi o primeiro dia desta nossa aventura por terras irlandesas!

Embarcámos a um Domingo no voo das 15h10 da Aer Lingus com destino a Dublin. A Aer Lingus é a companhia aérea nacional da Irlanda e tem voos diários de Lisboa para Dublin. Nunca tínhamos voado com esta companhia aérea, mas no final a opinião global foi positiva (não se atrasou, ofereceram refeição a bordo - dentro dos padrões de voos continentais - e fomos sempre atendidos por caras simpáticas e sorridentes).

Irlanda vista do céu - verde, verde e mais verde!

Chegámos as 17h50, onde tínhamos à nossa espera um transfer para o nosso hotel (o aeroporto fica a cerca de 12/13 km do centro da capital). Fomos numa van até ao hotel, numa experiência tão relaxante (a viagem foi tranquila e rápida, nem meia hora durou até ao destino) quanto traumática (o nosso motorista obeso - aqui obesidade é eufemismo - tinha parte do traseiro de fora, visão até hoje difícil de esquecer), e lá chegámos ao nosso destino: Ashling Hotel.

 Ashling Hotel ****, Dublin


O hotel, mesmo estando fora do centro, tinha uma muito boa localização na minha opinião, uma vez que está a 15 minutos a pé da Guiness Storehouse (de visita obrigatória para quem vai a Dublin) e apenas a 200m duma paragem de eléctrico que em 10 minutos nos leva ao centro da cidade.

E foi isso mesmo que fizemos! Após o check-in e nos ambientarmos ao hotel, fomos de eléctrico até à O'Connel Street, a rua principal de Dublin, bem no coração da capital irlandesa. Como já estava na hora de jantar, comemos num "diner" americano chamado "Eddie Rockets City Diner", e que boa ideia foi esta, estava delicioso!

Eddie Rockets City Diner, Dublin


Depois do jantar, e já com a noite a chegar, atravessámos o rio Liffey até à zona sul da cidade e fomos à área mais famosa de Dublin, o Temple Bar! Este bairro, cheio de ruas estreitas e empedradas, manteve a sua planta medieval e é famoso pela animação e vida nocturna, bem como pelos seus bares (pubs) com música ao vivo. Para além de ser um bom local para encher a barriga de boas cervejas (eu aproveitei para beber um pint de Guiness no "The Temple Bar Pub") é também um bom sítio para comprar souvenirs (nós compramos os nossos no "The Temple Bar Trading Company").

The Temple Bar Pub - Temple Bar, Dublin

Temple Bar, Dublin


No regresso ao hotel, e como do centro até ao nosso hotel a distância não era muita (25 min a pé), fomos caminhando em modo passeio junto ao rio Liffey, que atravessa a capital, passando no caminho pela Christ Church Cathedral e pelo pub mais antigo da Irlanda, o "The Brazen Head", em funcionamento desde 1198!!

Christ Church Cathedral, Dublin

The Brazen Head - o Pub mais antigo da Irlanda

Vista do interior do pub The Brazen Head

Rio Liffey com o edifício Four Courts à esquerda, Dublin


E o depois? O depois fica para uma próxima publicação!

No comments:

Post a Comment

Blog Widget by LinkWithin